Desafios do Home Office

Publicado em: 06/07/2021

Artigo de Gestão - Ajorsul

Vivemos um momento ímpar na sociedade como um todo por conta da Pandemia do Coronavírus. Nossos sistemas educacionais em 500 ou 600 anos, talvez, não tenham mudado tanto quanto a pandemia os alterou em duas ou três semanas. Então, aquilo que era algo que tínhamos incertezas, que era o mundo digital, passou a ser o único meio de aprender e de se comunicar.

Como ser humano podemos dizer que somos extremamente adaptáveis e foi possível nos adequarmos a isso. Alguns tiveram mais dificuldades, é verdade, mas outros enfrentaram o novo cenário de uma maneira muito produtiva. A certeza é que o Home Office, apesar de não englobar todos os trabalhadores foi a solução possível. Pesquisas mostram que a maioria das pessoas, apontando para um percentual aproximado de 70% desejaria realizar daqui para frente o trabalho de forma híbrida, ou seja, com um tempo parcial sendo executado em Home Office e o restante por meio presencial. É claro que nem todas as atividades permitiriam isso, variando conforme a área de atuação, mas é um número relevante.

Diante do cenário atual, então, precisamos ser efetivos e assertivos no trabalho mantendo o foco e atenção. Misturar trabalho e vida pessoal é um dos maiores desafios. A gestão do tempo e como vamos conseguir ter disciplina para execução de nossas tarefas é fundamental. Independentemente de sermos controlados ou não, é fundamental buscar resultados.

Como perigo, podemos apontar o distanciamento físico da organização, o que traz um risco de menor engajamento e perda de uma cultura empresarial. No entanto, mesmo à distância é possível compensar isso com treinamentos e reuniões virtuais. Neste aspecto o papel do líder é relevante. O mundo não é mais de quem tem informação e sim de quem se adapta mais facilmente. É preciso que o líder esteja presente mesmo à distância, ou seja, conectado com seu time superando as barreiras existentes. Se, antes, o desenvolvimento de lideranças já era importante, neste cenário impacta demais nos negócios sendo altamente recomendável investir nisso.

Everton Zambon. Psicólogo com graduação, Mestrado e Doutorado pela PUCRS, Gestor de Recursos Humanos, Palestrante no campo da Gestão de Pessoas, Liderança e Relacionamento interpessoal.